terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Feliz ano novo a todos do Blog!


Um ano de grandes realizações para todos os amigos 👏🌟 que o Senhor Jesus se faça presente na vida de cada um e que sobretudo todos busquem a Deus enquanto se pode achar. Um grande abraço.

Fernanda Lima

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

O que causa dificuldades de aprendizagem?



O que é dificuldade de aprendizagem?

A dificuldade de aprendizagem está relacionada aos problemas que não decorrem de causas educativas, ou seja, aquelas instâncias em que, mesmo após uma mudança na abordagem educacional do professor, o aluno continua apresentando os mesmos sintomas.
Isso aponta para a necessidade de uma investigação mais aprofundada, que determinará quais são as causas da dificuldade em questão.

O que causa dificuldades de aprendizagem?

As principais dificuldades de aprendizagem são associadas a algum comprometimento no funcionamento de certas áreas do cérebro. Porém, é arriscado falar somente em uma causa biológica. Frequentemente, alunos que apresentam sintomas relativos a problemas de atenção, ansiedade ou agitação desenvolvem esses problemas por causa de algum conflito pessoal ou familiar — e não por razões de ordem fisiológica.

Quais são as principais dificuldades de aprendizagem?

Alguns exemplos de dificuldades de aprendizagem mais conhecidos são:
  • Dislexia: Os alunos que enfrentam esse distúrbio apresentam, tipicamente, uma dificuldade de leitura. É muito comum, apresentando mais de 2 milhões de casos relatados por ano no Brasil.
  • Disgrafia: Os alunos que enfrentam esse distúrbio apresentam dificuldade na escrita. Isso inclui, principalmente, erros de ortografia, como trocar, omitir, acrescentar ou inverter letras.
  • Discalculia: Os alunos que enfrentam esse distúrbio são afetados, principalmente, em sua relação com a matemática. Portanto, os sinais envolvem dificuldade em organizar, classificar e realizar operações com números.
  • Dislalia: Os alunos que enfrentam esse distúrbio demonstram dificuldades na fala. Eles podem ter alterações da formação normal dos órgãos fonadores, dificultando a produção de certos sons da língua.
  • Disortografia: Os alunos que enfrentam esse distúrbio geralmente também são afetados pela dislexia. Ainda que se relacione à linguagem escrita, a disortografia é mais ampla do que a disgrafia. Pode envolver desde a falta de vontade de escrever até a dificuldade em concatenar orações.
  • Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH): Os alunos que enfrentam esse distúrbio apresentam baixa concentração, inquietude e impulsividade. Foi constatado que uma das causas do TDAH é genética e que há implicações neurológicas. O TDAH já é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um transtorno legítimo.
Fonte: Com informações do PAR- Plataforma Educacional 

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Brincar de bambolê é saudável para a criança

Créditos da arte: Pautar Comunicação e Imprensa (@pautarcom) 

Quem nunca pegou um bambolê, colocou na cintura e contou quantas voltas dava antes de cair no chão? O bambolê é um jogo tão antigo utilizado de forma constante nas atividades infantis. #PsicopedagogiaCaruaru

Divirta-se!

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Como incentivar a leitura das crianças?



Uma das maiores dúvidas de pais e educadores nos dias atuais é saber como incentivar a leitura desde a infância e fazer com que esse se torne um hábito saudável e prazeroso para as crianças.
Estimular esse costume nos pequenos de fato não é uma tarefa simples. m meio ao boom tecnológico das últimas décadas, a leitura vem sendo substituída frequentemente pela televisão, computadores, videogames e, mais recentemente, pelos smartphones.
Em um cenário como esse, o que fazer para incentivar as crianças a ler? Continue lendo e descubra logo com as dicas abaixo!

Qual é a importância desse hábito na infância?

O hábito da leitura durante a infância estimula a criatividade e as habilidades linguísticas, de memória e conhecimento dos pequenos, além de aumentar a capacidade de concentração e atenção.
Além disso, o apego aos livros pode despertar na criança a curiosidade para o mundo e se tornar um hobby bastante prazeroso.

Como incentivar a leitura das crianças?

O primeiro passo é compreender que as crianças precisam de um exemplo e que é papel dos pais fornecê-lo.
Deixe seu filho ver claramente que você está lendo e que realiza essa atividade com frequência.
Além disso, descubra quais são os assuntos de interesse da criança, para chamar sua atenção para os temas que mais lhe atraem, e transforme os momentos de leitura em uma atividade em família.
Leia histórias para ela, dramatize cenas, simule vozes e deixe que ela comente e faça sugestões e complementos.
Faça perguntas sobre o que entendeu da história, questione o que ela mais gostou. Assim, a criança aprende a associar esse hábito com carinho e diversão.
Outro ponto importante é organizar um “cantinho de leitura”, com gravuras, objetos e pequenos textos, e estimular a criança a frequentá-lo e a manusear o material.
Quanto mais confortável ela estiver nesse ambiente, melhor.
Esse também deve ser um espaço de criatividade, para trabalhar suas habilidades cognitivas.
Uma boa ideia para isso é incentivar a criança a criar suas próprias histórias e desenhá-las.
Além disso, procure levar os pequenos em visitas à biblioteca da escola e do seu município.
No caminho, chame a atenção das crianças para placas, sinalização e outdoors, e ajude-as a entender a importância da leitura para a compreensão do mundo à sua volta.

Quais livros são indicados para estimular esse hábito?

Existem muitas opções de livros voltados para as crianças em fase de alfabetização.
O ideal são histórias que tragam aprendizados e que incentivem a imaginação, como as fábulas.
Enquanto estiverem aprendendo a ler, livros com muitas gravuras e poucas frases por página são importantes para que se sintam capazes e não desanimem diante das dificuldades.
Para aqueles que já têm uma maior prática na leitura, Oos volumes O Guardião do Tempo e O Inimigo da Humanidade, da série Petrus Logus, escrita pelo Dr. Augusto Cury, médico, psiquiatra, psicoterapeuta, pesquisador e escritor, são excelentes opções. Outro título do mesmo autor é o livro Ansiedade Kids.
Essas são apenas algumas sugestões de ações e livros para que a criança não perca o desenvolva um interesse cada vez maior e esteja sempre motivada.
Para fortalecer esse hábito, é importante que os pais estejam sempre colocando essas dicas em prática e estimulando seus filhos a treinar o mecanismo de leitura e interpretação.
Fonte: Escola da Inteligência

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Fernanda Lima participa do "Sobretudo" na TV Jornal (SBT). Assista na íntegra!







O progama 'Sobretudo' exibido aos sábados na TV Jornal Caruaru (SBT) falou sobre as recordações da infância. A Psicopedagoga, Fernanda Lima, foi uma das convidadas no dia 19 de maio. Para assistir na íntegra, basta acessar esse link:

Clique aqui e assista na íntegra


Informações: Assessoria de Imprensa Pautar Comunicação / www.pautarcom.com